Lindos gatinhos-do-deserto, começam a descobrir o mundo!


No início deste mês, no Parken Zoo, localizado na Suécia nasceram dois lindos filhotes de gato-do-deserto. Observando os curiosos gatinhos explorando seu recinto pode nos fazer pensar que se tratam de gatos domésticos, porém estes são gatos selvagens, conhecidos como gatos-do-deserto.

O gato-do-deserto (Felis margarita) é o menor membro do género Felis, juntamente com o gato-de-patas-negras (Felis nigripes). Apenas alcança os 50 cm de comprimento (cabeça e corpo), mais 30 cm da cauda. Os maiores machos chegam aos 3.5 kg de peso.

Descrição

Trata-se de um felino bem adaptado à vida em desertos arenosos como os do Sahara, Arábia, Irão, Afeganistão, Turcomenistão e Paquistão. Nas zonas menos áridas destas regiões, convive com o gato-bravo (F. silvestris), aparentemente sem problemas. Não obstante, tem-se documentado o seu desaparecimento em alguns lugares devido o incremento de gatos domésticos assilvestrados.

A cabeça é larga, algo que o torna inconfundível em relação a outras espécies similares, e as orelhas também possuem dimensões apreciáveis. Isto melhora a sua audição e a perda de excesso de calor através delas (uma técnica comúm entre os pequenos mamíferos desérticos como a lebre-da-califórnia ou as raposas-do-deserto. A pelagem é de cor de areia, com poucas riscas mais escuras, que se encontram mais desenvolvidas na subespécie africana, F. m. margarita, e só são facilmente visíveis na parte alta das patas dianteiras. A ponta da cauda também possui coloração escura. Ao contrario de outros felinos, a planta dos pés está coberta totalmente de pelo a fim de as proteger em relação ao contacto com as ardentes areias do deserto.

Este animal apresenta hábitos preferencialmente crepusculares ou nocturnos, passando as horas mais quentes do dia protegendo-se entre as rochas. Alimenta-se de roedores (gerbils, ratos), lebres, aves, serpentes (incluindo víboras venenosas), lagartos, aranhas e insectos. Por sua vez, sofrem predação de chacais e aves Strigiformes. Os humanos caçam-nos com o fim de comercializar as suas peles; também se vendem animais capturados como mascotes de forma ilegal. Não obstante, na actualidade, só a subespécie paquistanesa (F. m. scheffeli) está sujeita a algum tipo de ameaça, segundo a convenção CITES.

Reprodução

Os gatos-do-deserto são fundamentalmente solitários, mas não territoriais. É comum que vários indivíduos frequentem os mesmos refúgios, ainda que nunca os compartilhem ao mesmo tempo. Durante a época de reprodução, que varia de uma região para outra, os machos atraem as fêmeas com uma espécie de latidos para incitá-las para a cópula.

Entre 59 e 63 dias depois do acasalamento, as fêmeas parem uma ninhada de uma a oito crias, normalmente quatro ou cinco. Apresentam un crescimento rápido e aos 6-8 meses de idade já são independentes, ainda que só atinjam a maturidade sexual por volta do primeiro ano de idade. Ignora-se a sua esperança de vida em libertade, ainda que em cativeiro possam chegar aos treze anos.

Fonte: Parken Zoo

Anúncios

Curiosidades sobre o Bambu


Você sabia que?

  • O bambu é a planta com maior crescimento diário: no Japão o recorde foi de 121 cm em……24 h

  • Pode-se obter etanol a partir do bambu
  • O bambu pode apresentar até 10% de amido
  • O bambuzal pode servir de proteção contra catástrofes naturais, como vendavais e tremores de terra
  • Rizomas de bambu do gênero Sasa podem alcançar 600 km/ha
  • O bambu apresenta cerca de 55% de celuloseO rendimento (t/ha/ano) em carvão de uma plantação de bambu é similar àquele de um plantio de eucalipto

  • A densidade do carvão do bambu é superior à densidade da madeira de eucalipto
  • O carvão de bambu apresenta propriedades medicinais: algumas pessoas o utilizam para banhos de imersão
  • Dentre os vários filamentos para a lâmpada testados por Thomas Edson, o carvão de bambu foi o mais adequado
  • Na Índia cerca de 70% do papel é feito à base de bambu
  • Pode-se fazer laminado-colado e pisos de bambu

  • Diversas ferramentas e utensílios domésticos podem ser feitos com o bambu
  • A ponte Golden Gate foi inspirada em pontes pênseis de bambu trançado na China
  • Cabos de bambu trançado podem ser equivalentes ao aço CA25
  • A resistência à compressão de uma peça curta de bambu pode ser 6 vezes superior ao concreto
  • A drenagem com o uso de colmos de bambu é muito eficiente

  • Na Tanzânia existem 700 km de tubulações de bambu para irrigação
  • No Nordeste do Brasil (Maranhão, Pernambuco e Paraíba) existem milhares de hectares de bambu plantados para a produção de papel
  • O bambu raramente floresce e, quando o faz, todos os indivíduos com a mesma origem genética podem florescer simultaneamente (em qualquer lugar em que estejam), vindo a morrer
  • É uma oportunidade rara para propagar o bambu através de sementes
  • A maior parte dos bambus deve receber um tratamento preservativo

  • Existem mais de 4000 usos catalogados para o bambu
  • A estrutura dos barcos modernos foi baseada na anatomia do bambu
  • Bambu picado pode substituir a areia/brita na confecção de concreto leve (Biokreto)
  • O uso do bambu para reforço do concreto é anterior à Segunda Guerra Mundial
  • Filtros para café também podem ser feitos com o bambu

  • Um telhado pode ser realizado com telhas de bambu (capa-canal)
  • De acordo com o ditado popular o bambu deve ser cortado na lua minguante, antes do sol nascer. A atividade celular é menor facilitando o tratamento após o corte e dificultando o ataque dos inimigos naturais do bambu.
  • O caruncho é o maior inimigo do bambu
  • O bambu foi uma das primeiras manifestações de vida após o bombardeio nuclear de Hiroshima

Reflexão

Depois de plantada a semente deste incrível arbusto, não se vê nada por aproximadamente 5 anos, exceto o lento desabrochar de um diminuto broto, a partir do bulbo.

Todo o crescimento é subterrâneo: uma maciça e fibrosa estrutura da raiz, que se estende vertical e horizontalmente pela terra, está sendo construída, invisível a olho nu.

Então, no final do 5° ano, o Bambu Chinês cresce até atingir a altura de 25 metros.

Covey escreveu:
“Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao Bambu Chinês, você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir o seu crescimento, e, às vezes, não se vê nada por semanas, meses ou anos, mas se tiver paciência para continuar trabalhando persistindo e nutrindo, o seu 5° ano chegará e com ele virão o crescimento e mudanças que você jamais esperava.”

O Bambu Chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos, de nossos sonhos. Devemos sempre lembrar dele para seguirmos em frente diante das dificuldades que surgirão.

Tenha sempre dois hábitos:

Persistência e Paciência.
É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão.

Curso de Arte e Design em Bambu

Clique AQUI e conheça o Curso de Arte e Design em Bambu, organizado pela Viverde Eco.

Incríveis fotos revelam a aura das flores


“A terra sorri nas flores.” (E. E. Cummings)

Feliz Primavera meus Amigos! Confiram nossa homenagem a vida que floresce em todos seu esplendor!

Fotografia Kirlian, “Kirliangrafia” ou, num termo mais moderno, bioeletrografia, é o método de fotografia descoberto pelo padre Landell de Moura em 1904. Sob a designação de “O Perianto”, ele descrevia minuciosamente os efeitos eletro-luminescentes do que muitos acreditam ser a aura humana.

Confiram o trabalho de Robert Buelteman, em fotografias que revelam a aura no reino vegetal, atravéz da Fotografia Kirlian.

Hoje em dia, criador de fotografias botânicas gloriosamente luminosas, Robert Buelteman talvez pudesse ser comparado com o Dr. Frankenstein, mas onde o Dr. F. tentou aproveitar o poder da natureza para reanimar tecidos mortos, Buelteman usa os caminhos da vida das células vegetais e tecidos para canalizar energia elétrica em uma exposição maravilhosa de luz, cor e energia.

Robert Buelteman “Eu não encontrei um nome ou descrição para o que eu faço, onde se encaixe bem, mas meu trabalho em sua essência é de exploração. Eu chamaria isso de uma viagem de descoberta entre a fronteira da arte e a ciência “.

Buelteman começa selecionando um espécime vegetal, normalmente cultivado em um jardim próprio para seus experimentos. Seu processo requer o uso de plantas vivas no momento das fotos para captar sua coroa solar ultravioleta extraordinária que é gerada pela passagem de eletricidade de alta tensão através da planta.

Trabalhando na escuridão total, Buelteman prepara o que ele chama de “a exposição da matriz”, entre os componentes do experimento estão duas bobinas de 40 mil volts de estado sólido Tesla.

Robert Buelteman vem aperfeiçoando seu processo por quase uma década, trabalhando como convidado no Instituto Santa Fé, no Novo México, Buelteman já publicou três livros de fotografias e onze publicações de edição limitada, seu trabalho pode ser encontrado em exposição permanente no Museu de Arte da Universidade de Yale e no Santa Barbara Museum of Art, da Universidade de Stanford.

Veja muito + AQUI!

Fonte: Environmental Graffiti
Tradução: Ronaldo Santos

Incrível vale secreto das sequóias gigantes!


Dia 21 de Setembro, é o DIA DA ÁRVORE! Confiram nossa homenagem a estes seres magníficos!

Localizado nas florestas do norte da Califórnia, este é um bosque de árvores único no mundo. Dentro de apenas alguns hectares estão algumas das maiores árvores do mundo.
É o chamado Bosque dos Titãs e sua localização é um segredo.

“Descoberto” em 1998 por Stephen Sillett e naturalista Michael Taylor, o bosque é a casa de “Hyperion”, a árvore mais alta do mundo e do Titã do Norte , com 95 metros de altura e 7,3 metros de diâmetro, é considerada a maior árvore mono-caule do mundo.

Muito provavelmente, outros aventureiros tropeçaram neste bosque secreto ao longo da história. Sillett e Taylor, no entanto, foram os primeiros a reconhecer a importância da área original e tornar público seus resultados.

O Velho do Norte, visto aqui, é considerada a quinta maior árvore do mundo em termos de volume de madeira.

Para proteger o bosque, Sillett eo Taylor se recusaram a revelar a localização exata das árvores. Apesar de terem retornado com outros cientistas para coleta de material e estudo das árvores, eles temem que a publicação das coordenadas encorajem uma onda de visitantes que abalem o frágil equilíbrio da floresta.

Sabe-se que o bosque está em algum lugar do Jedediah Smith Redwoods State Park , na Califórnia do Norte.

Sabemos que quando ocorreu o acesso a grandes sequóias, as árvores sofreram. O tráfego de pessoas em torno de sua base tem compactado suas as raízes, matando lentamente as velhas árvores. Pichação em troncos e nomes costumam ser esculpidos em seus troncos. As copas das sequóias são danificadas pelos escaladores clandestinos e a vegetação é cortada ou derrubada para abrir espaço para os fotógrafos.

Apesar de sua localização exata ainda não ter sido publicada, as árvores no Bosque dos Titãs não tiveram tempo de escapar da ação humana. Na área, os pesquisadores notaram que a vegetação foi cortada para criar oportunidades de fotos e algumas raízes foram expostas.

Como John Muir disse certa vez: “Deus tomou conta dessas árvores, salvou-as de secas, doenças, avalanches e milhares de tempestades e inundações. Mas ele não pode salvá-las do homem.”

Certamente, curiosos exploradores devem descobrir esta área incrível, na verdade, o segredo de sua localização faz com que o bosque seja um eterno segredo.

Fonte: Tree Hugger Adaptação: Viverde Eco

Júpiter mais perto da Terra


Durante toda esta semana, o planeta Júpiter estará à distância mais curta da Terra desde 1963, anunciou a Nasa. E é nesta segunda-feira (20) que ocorre a aproximação máxima entre os dois planetas – 592 milhões quilômetros de distância. Evento semelhante só poderá ser observado em 2022.

Isso significa que, à noite, Júpiter será o astro mais brilhante no céu depois da Lua. Qualquer um poderá observá-lo a olho nu facilmente. Porém, quem possui telescópio conseguirá ver os ciclones na atmosfera do vizinho e sua “Grande Mancha Vermelha” – uma tempestade em forma oval que já dura, pelo menos, 400 anos.

O mapa acima mostra onde olhar para observar o planeta brilhante na noite de 20 de Setembro.

A passagem deste ano deverá ganhar as de aproximações anteriores, proporcionando um espectáculo celeste, com Júpiter aproximando-se da Terra mais do que qualquer outro ponto entre 1963 e 2022. À maior aproximação da sua última passagem pela Terra em Agosto de 2009, por exemplo, Júpiter estava 11,3 milhões de quilómetros mais longe. Isto traduz-se numa diminuição do brilho em 8%, em comparação com a de hoje.

Júpiter está também uns extra 4% mais brilhante do que o normal porque uma das suas cinturas castanhas nubladas desapareceu.

Há já quase um ano que a Cintura Equatorial Sul do planeta, normalmente fácil de avistar num pequeno telescópio, está escondida por baixo de uma camada de brilhantes e esbranquiçadas nuvens de amônia. Isto faz com que mais luz solar seja refletida do planeta, aumentando a reflectividade global.

O Projeto Cápsula do Tempo versus Júpiter

A Viverde Eco, irá enterar no dia 10/10/10 uma Cápsula do Tempo, que se trata de um recipiente especialmente preparado para armazenar objetos ou informações com o objetivo que os mesmos possam ser encontrados pelas gerações futuras. Esta Cápsula será desenterrada 12 anos depois no dia 20/02/2022. Ano em que o planeta Júpiter voltará a se aproximar da Terra de forma recorde!

Participe do Projeto Cápsula do Tempo:

Saiba mais: http://capsuladotempo.info

Deixa sua mensagem para o futuro AQUI

Incrível quarto submerso, com visão para o oceano índico


Estes quartos, com paredes de vidro e vista para o oceano literalmente, são do Hotel Conrad nas Maldivas!

Fonte: Daily Mail

Curso de Arte e Design em Bambu – Turma do dia 12/09/2010


Olá Amigos!

Foi um sucesso o Curso de Arte e Design em Bambu, realizado no dia 12 de setembro!

Agradecemos a todos os envolvidos! Foi um domingo muito especial!

Confiram algumas fotos do curso: