Maternidade Animal: Cinco lindas lontras bebês


Pela primeira vez em mais de 20 anos, o Jardim Zoológico de Santa Barbara está ouvindo os gritos de alta frequência dos bebês de Lontras asiáticas. Estas lontrinhas estarão entre os bebês mais divertidos e ativos do Zoo, mas por enquanto eles estão curtindo seus papais. Nos próximos três meses, seus olhos se abrirão completamente, as suas garras surgirão e irão receber aulas de natação em águas rasas tendo seus pais como instrutores. Esta é considerada uma espécie vulnerável, e faz parte do Plano de Sobrevivência de Espécies ( SSP ) para assegurar a diversidade genética saudável para a espécie nos Zoológicos da América do Norte. 

Evolução dos bebês:

Lontras asiáticas costumam manter seus filhotes em suas tocas, até que tenham idade suficiente para nadar em segurança e até que seus dentes cresçam para que possam comer alimentos sólidos (peixe). Em cativeiro, a preocupação é que os filhotes ainda não são capazes de mergulhar com segurança em uma piscina profunda.  

A evolução esperada dos bebês acontece da seguinte forma: 

20 dias: Olhos abertos (cerca de 10 de setembro) 

30-35 dias: Nascem os primeiros dentes (final de setembro) 

35 dias: aulas de natação, primeiro lugar em águas muito rasas (final de setembro)

55 dias: Natação em 4 centímetros de água (meados de Outubro)

70-90 dias: Natação em 2 metros de profundidade (possibilidade de acesso a piscina rasa, início de novembro) 

90 dias: Mergulho completo em águas profundas (final de Novembro) 

Embora estas lontras não estejam listadas como ameaçadas de extinção, elas estão seriamente ameaçadas pela destruição do seu habitat, caça e poluição. São consideradas uma “espécie indicadora” – sua população indica a qualidade de seu habitat e a saúde de outras espécies.

Sobre as lontras asiáticas 

Esta espécie, a menor lontra do mundo, vive em pântanos de água doce e mangues no sudeste asiático, incluindo o sul da Índia e da China, Indonésia, Filipinas, Bornéu, e da península malaia. Preferem águas calmas e córregos de fluxo lento, para pescarem e para a natação. Ao contrário das lontras do mar, elas gastam mais tempo em terra do que na água, mas são hábeis, ágeis nadadoras e mergulhadoras, com grande resistência. Podem ficar submersos por 6-8 minutos. Chega a 2 metros de comprimento e pode pesar até 10 quilos, menos da metade do tamanho de lontras da América do Norte.

Elas são uma das poucas espécies de lontras que vivem em grupos sociais. A ligação entre os pares acasalados de lontras asiáticas é muito forte. O casal cria os filhotes e são muito dedicados a esta tarefa. Em estado selvagem, lontras asiáticas vivem em grupos familiares de até 12 indivíduos. Toda a família ajuda a cuidar dos jovens, que estão entre os mais ativos e brincalhões dos filhotes do Reino Animal.

Veja muito + AQUI

Anúncios

3 Respostas

  1. Muito lindo observar a natureza. Tantos dos animais irracionais, quanto racionais. Parabéns! CONCEIÇÃO DUARTE

  2. Obrigada por compartilhar as informações sobre a lontra asiática.
    Fico feliz em saber que essa ninhada está a salvo do predador “Homem”, que tanto interfere na destruição de seu habitat.
    Meu abraço,
    Yolanda

  3. o que os olhos nao vê a testa senti. adogo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: